25 de Novembro

DEVOCIONAL DO PR. LARRY STOCKSTILL

“Quem há de maltratá-los, se vocês forem zelosos na prática do bem?” (1 Pedro 3:13).

Daniel e seus amigos tinham integridade.  Decidiram não se tornar impuros “com a comida e com o vinho do rei” (Daniel 1:8).  Tudo relacionado a esses jovens testificava da boa e saudável vontade de Deus em suas vidas.  Então, a hora da prova chegou.

Satanás fez de tudo para destruir estes jovens e a influência que tinham sobre o rei.  Parecia que a destruição deles estava selada até que Daniel falou com o comandante da guarda “com sabedoria e bom senso” (Daniel 2:14).  As boas palavras de Daniel suspendeu a execução.  Mais tarde, durante a noite, o Senhor revelou o sonho do rei à Daniel.  O resultado foi que, ao invés de serem prejudicados, Daniel e seus amigos foram promovidos!

Quando você está sendo perseguido, assegure-se de que você está buscando a boa vontade de Deus de todo o coração.  Ele lhe dará o favor que você precisa para com quem quer que seja responsável.  “Porque os olhos do Senhor estão sobre os justos e os seus ouvidos estão atentos à sua oração, mas o rosto do Senhor volta-se contra os que praticam o mal” (1 Pedro 3:12).

Leitura Diária

(Daniel 1:1 – 2:23 | Salmos 119:65-80 | Provérbios 28:14 | 1 Pedro 3:8 – 4:6)

No terceiro ano do reinado de Jeoaquim, rei de Judá, Nabucodonosor, rei da Babilônia, veio a Jerusalém e a sitiou.
E o Senhor entregou Jeoaquim, rei de Judá, nas suas mãos, e também alguns dos utensílios do templo de Deus. Ele levou os utensílios para o templo do seu deus na terra de Sinear e os colocou na casa do tesouro do seu deus.
Então o rei ordenou que Aspenaz, o chefe dos oficiais da sua corte, trouxesse alguns dos israelitas da família real e da nobreza;
jovens sem defeito físico, de boa aparência, cultos, inteligentes, que dominassem os vários campos do conhecimento e fossem capacitados para servir no palácio do rei. Ele devia ensinar-lhes a língua e a literatura dos babilônios.
O rei designou-lhes uma porção diária de comida e de vinho da própria mesa do rei. Eles receberiam um treinamento durante três anos, e depois disso passariam a servir o rei.
Entre esses estavam alguns que vieram de Judá: Daniel, Hananias, Misael e Azarias.
O chefe dos oficiais deu-lhes novos nomes: a Daniel deu o nome de Beltessazar; a Hananias, Sadraque; a Misael, Mesaque; e a Azarias, Abede-Nego.
Daniel, contudo, decidiu não se tornar impuro com a comida e com o vinho do rei, e pediu ao chefe dos oficiais permissão para se abster deles.
E Deus fez com que o homem fosse bondoso para com Daniel e tivesse simpatia por ele.
Apesar disso, ele disse a Daniel: “Tenho medo do rei, o meu senhor, que determinou a comida e a bebida de vocês. E se ele os achar menos saudáveis que os outros jovens da mesma idade? O rei poderia pedir a minha cabeça por causa de vocês”.
Daniel disse então ao homem que o chefe dos oficiais tinha encarregado de cuidar de Daniel, Hananias, Misael e Azarias:
“Peço-lhe que faça uma experiência com os seus servos durante dez dias: Não nos dê nada além de vegetais para comer e água para beber.
Depois compare a nossa aparência com a dos jovens que comem a comida do rei, e trate os seus servos de acordo com o que você concluir”.
Ele concordou e fez a experiência com eles durante dez dias.
Passados os dez dias eles pareciam mais saudáveis e mais fortes do que todos os jovens que comiam a comida da mesa do rei.
Assim o encarregado tirou a comida especial e o vinho que haviam sido designados e em lugar disso lhes dava vegetais.
A esses quatro jovens Deus deu sabedoria e inteligência para conhecerem todos os aspectos da cultura e da ciência. E Daniel, além disso, sabia interpretar todo tipo de visões e sonhos.
Ao final do tempo estabelecido pelo rei para que os jovens fossem trazidos à sua presença, o chefe dos oficiais os apresentou a Nabucodonosor.
O rei conversou com eles, e não encontrou ninguém comparável a Daniel, Hananias, Misael e Azarias; de modo que eles passaram a servir o rei.
O rei lhes fez perguntas sobre todos os assuntos nos quais se exigia sabedoria e conhecimento, e descobriu que eram dez vezes mais sábios do que todos os magos e encantadores de todo o seu reino.
E Daniel permaneceu ali até o primeiro ano do rei Ciro.
Daniel 1:1-21

No segundo ano de seu reinado, Nabucodonosor teve sonhos; sua mente ficou tão perturbada que ele não conseguia dormir.
Por isso o rei convocou os magos, os encantadores, os feiticeiros e os astrólogos para que lhe dissessem o que ele havia sonhado. Quando eles vieram e se apresentaram ao rei,
ele lhes disse: “Tive um sonho que me perturba e quero saber o que significa”.
Então os astrólogos responderam em aramaico ao rei: “Ó rei, vive para sempre! Conta o sonho aos teus servos, e nós o interpretaremos”.
O rei respondeu aos astrólogos: “Esta é a minha decisão: Se vocês não me disserem qual foi o meu sonho e não o interpretarem, farei que vocês sejam cortados em pedaços e que as suas casas se tornem montes de entulho.
Mas, se me revelarem o sonho e o interpretarem, eu lhes darei presentes e recompensas e grandes honrarias. Por isso, revelem-me o sonho e a sua interpretação”.
Mas eles tornaram a dizer: “Conte o rei o sonho a seus servos, e nós o interpretaremos”.
Então o rei respondeu: “Já descobri que vocês estão tentando ganhar tempo, pois sabem da minha decisão.
Se não me contarem o sonho, todos vocês receberão a mesma sentença; pois vocês combinaram enganar-me com mentiras, esperando que a situação mudasse. Contem-me o sonho, e saberei que vocês são capazes de interpretá-lo para mim”.
Os astrólogos responderam ao rei: “Não há homem na terra que possa fazer o que o rei está pedindo! Nenhum rei, por maior e mais poderoso que tenha sido, chegou a pedir uma coisa dessas a nenhum mago, encantador ou astrólogo.
O que o rei está pedindo é difícil demais; ninguém pode revelar isso ao rei, senão os deuses, e eles não vivem entre os mortais”.
Isso deixou o rei tão irritado e furioso que ele ordenou a execução de todos os sábios da Babilônia.
E assim foi emitido o decreto para que fossem mortos os sábios; os encarregados saíram à procura de Daniel e dos seus amigos, para que também fossem mortos.
Arioque, o comandante da guarda do rei, já se preparava para matar os sábios da Babilônia, quando Daniel dirigiu-se a ele com sabedoria e bom senso.
Ele perguntou ao oficial do rei: “Por que o rei emitiu um decreto tão severo? ” Arioque explicou o motivo a Daniel.
Diante disso, Daniel foi pedir ao rei que lhe desse um prazo, e ele daria a interpretação.
Daniel voltou para casa, contou o problema aos seus amigos Hananias, Misael e Azarias,
e lhes pediu que rogassem ao Deus dos céus que tivesse misericórdia acerca desse mistério, para que ele e seus amigos não fossem executados com os outros sábios da Babilônia.
Então o mistério foi revelado a Daniel de noite, numa visão. Daniel louvou o Deus dos céus
e disse: “Louvado seja o nome de Deus para todo o sempre; a sabedoria e o poder a ele pertencem.
Ele muda as épocas e as estações; destrona reis e os estabelece. Dá sabedoria aos sábios e conhecimento aos que sabem discernir.
Revela coisas profundas e ocultas; conhece o que jaz nas trevas, e a luz habita com ele.
Eu te agradeço e te louvo, ó Deus dos meus antepassados; tu me deste sabedoria e poder, e me revelaste o que te pedimos, revelaste-nos o sonho do rei”.
Daniel 2:1-23

Trata com bondade o teu servo, Senhor, conforme a tua promessa.
Ensina-me o bom senso e o conhecimento, pois confio em teus mandamentos.
Antes de ser castigado, eu andava desviado, mas agora obedeço à tua palavra.
Tu és bom, e o que fazes é bom; ensina-me os teus decretos.
Os arrogantes mancharam o meu nome com mentiras, mas eu obedeço aos teus preceitos de todo o coração.
O coração deles é insensível, eu, porém, tenho prazer na tua lei.
Foi bom para mim ter sido castigado, para que aprendesse os teus decretos.
Para mim vale mais a lei que decretaste do que milhares de peças de prata e ouro.
As tuas mãos me fizeram e me formaram; dá-me entendimento para aprender os teus mandamentos.
Quando os que têm temor de ti me virem, se alegrarão, pois na tua palavra coloquei a minha esperança.
Sei, Senhor, que as tuas ordenanças são justas, e que por tua fidelidade me castigaste.
Seja o teu amor o meu consolo, conforme a tua promessa ao teu servo.
Alcance-me a tua misericórdia para que eu tenha vida, porque a tua lei é o meu prazer.
Sejam humilhados os arrogantes, pois prejudicaram-me sem motivo; mas eu meditarei nos teus preceitos.
Venham apoiar-me aqueles que te temem, aqueles que entendem os teus estatutos.
Seja o meu coração íntegro para com os teus decretos, para que eu não seja humilhado.
Salmos 119:65-80

Como é feliz o homem constante no temor do Senhor! Mas quem endurece o coração cairá na desgraça.
Provérbios 28:14

Quanto ao mais, tenham todos o mesmo modo de pensar, sejam compassivos, amem-se fraternalmente, sejam misericordiosos e humildes.
Não retribuam mal com mal nem insulto com insulto; pelo contrário, bendigam; pois para isso vocês foram chamados, para receberem bênção por herança.
Pois, “quem quiser amar a vida e ver dias felizes, guarde a sua língua do mal e os seus lábios da falsidade.
Afaste-se do mal e faça o bem; busque a paz com perseverança.
Porque os olhos do Senhor estão sobre os justos e os seus ouvidos estão atentos à sua oração, mas o rosto do Senhor volta-se contra os que praticam o mal”.
Quem há de maltratá-los, se vocês forem zelosos na prática do bem?
Todavia, mesmo que venham a sofrer porque praticam a justiça, vocês serão felizes. “Não temam aquilo que eles temem, não fiquem amedrontados. ”
Antes, santifiquem Cristo como Senhor no coração. Estejam sempre preparados para responder a qualquer que lhes pedir a razão da esperança que há em vocês.
Contudo, façam isso com mansidão e respeito, conservando boa consciência, de forma que os que falam maldosamente contra o bom procedimento de vocês, porque estão em Cristo, fiquem envergonhados de suas calúnias.
É melhor sofrer por fazer o bem, se for da vontade de Deus, do que por fazer o mal.
Pois também Cristo sofreu pelos pecados uma vez por todas, o justo pelos injustos, para conduzir-nos a Deus. Ele foi morto no corpo, mas vivificado pelo Espírito,
no qual também foi e pregou aos espíritos em prisão
que há muito tempo desobederam, quando Deus esperava pacientemente nos dias de Noé, enquanto a arca era construída. Nela apenas algumas pessoas, a saber, oito, foram salvas por meio da água,
e isso é representado pelo batismo que agora também salva vocês — não a remoção da sujeira do corpo, mas o compromisso de uma boa consciência diante de Deus — por meio da ressurreição de Jesus Cristo,
que subiu ao céu e está à direita de Deus; a ele estão sujeitos anjos, autoridades e poderes.
1 Pedro 3:8-22

Portanto, uma vez que Cristo sofreu corporalmente, armem-se também do mesmo pensamento, pois aquele que sofreu em seu corpo rompeu com o pecado,
para que, no tempo que lhe resta, não viva mais para satisfazer os maus desejos humanos, mas sim para fazer a vontade de Deus.
No passado vocês já gastaram tempo suficiente fazendo o que agrada aos pagãos. Naquele tempo vocês viviam em libertinagem, na sensualidade, nas bebedeiras, orgias e farras, e na idolatria repugnante.
Eles acham estranho que vocês não se lancem com eles na mesma torrente de imoralidade, e por isso os insultam.
Contudo, eles terão que prestar contas àquele que está pronto para julgar os vivos e os mortos.
Por isso mesmo o evangelho foi pregado também a mortos, para que eles, mesmo julgados no corpo segundo os homens, vivam pelo Espírito segundo Deus.
1 Pedro 4:1-6

 

24 de Novembro

DEVOCIONAL DO PR. LARRY STOCKSTILL

Ezequiel teve uma visão de um rio que saia da entrada do templo indo para o leste (Ezequiel 47:1-6).  Nosso relacionamento com Deus pode ser como esse rio.

Primeiro, talvez estejamos brincando na beira do rio, água até “os tornozelos” com Deus.  Nosso alvo pode ser apenas seguir a multidão e nos divertir enquanto isso durar!  Depois talvez decidamos ir além, com água até “os joelhos”.  Isto significa nos envolver na igreja local, participando regularmente nos cultos, oração e comunhão.

O terceiro estágio pode nos levar a desejar entrar “até a cintura”.  A água que bate até a cintura envolve áreas como compromisso, discipulado pessoal e estudo bíblico, oração pessoal e disciplina de caráter.

A última área é água que “só se pode atravessar a nado”.  Chegamos agora à área de liderança e ao cumprimento do chamado de nossa vida.  Esta é a área de fé, a área que está acima de nossa cabeça totalmente dependentes de Deus!

Alguns podem se satisfazer em ficar simplesmente brincando no rio de Deus , mas você nunca estará realmente satisfeito até realizar o seu propósito.  Mergulhe – a água está linda!

 

Leitura Diária

(Ezequiel 47:1 – 48:35 | Salmos 119:49-64 | Provérbios 28:12-13 | 1 Pedro 2:11 – 3:7)

O homem levou-me de volta à entrada do templo, e vi água saindo de debaixo da soleira do templo e indo para o leste, pois o templo estava voltado para o oriente. A água descia de debaixo do lado sul do templo, ao sul do altar.
Ele então me levou para fora, pela porta norte, e conduziu-me pelo lado de fora até a porta externa que dá para o leste, e a água fluía do lado sul.
O homem foi para o lado leste com uma linha de medir na mão, e, enquanto ia, mediu quinhentos metros e levou-me pela água, que batia no tornozelo.
Ele mediu mais quinhentos e levou-me pela água, que batia na cintura. Mediu mais quinhentos e levou-me pela água, que chegava ao joelho.
Mediu mais quinhentos, mas agora era um rio que eu não conseguia atravessar, porque a água havia aumentado e era tão profunda que só se podia atravessar a nado; era um rio que não se podia atravessar andando.
Ele me perguntou: “Filho do homem, você vê isto? ” Levou-me então de volta à margem do rio.
Quando ali cheguei, vi muitas árvores em cada lado do rio.
Ele me disse: “Esta água flui na direção da região situada a leste e desce até a Arabá, onde entra no Mar. Quando deságua no Mar, a água ali será saneada.
Por onde passar o rio haverá todo tipo de animais e de peixes. Porque essa água flui para lá e saneia a água salgada; de modo que onde o rio fluir tudo viverá.
Pescadores estarão ao longo do litoral; desde En-Gedi até En-Eglaim haverá locais próprios para estender as redes. Os peixes serão de muitos tipos, como os peixes do mar Grande.
Mas os charcos e os pântanos não ficarão saneados; serão deixados para o sal.
Árvores frutíferas de toda espécie crescerão em ambas as margens do rio. Suas folhas não murcharão e os seus frutos não cairão. Todo mês produzirão, porque a água vinda do santuário chega a elas. Seus frutos servirão de comida, e suas folhas de remédio”.
Assim diz o Soberano Senhor: “Estas são as fronteiras pelas quais vocês devem dividir a terra como herança entre as doze tribos de Israel, com duas porções para José.
Vocês a dividirão igualmente entre elas. Visto que eu jurei de mão erguida que a daria aos seus antepassados, esta terra se tornará herança de vocês.
“Esta é a fronteira da terra: “No lado norte ela irá desde o mar Grande, indo pela estrada de Hetlom, passando por Lebo-Hamate até Zedade,
Berota e Sibraim, que fica na fronteira entre Damasco e Hamate, e indo até Hazer-Haticom, que fica na extremidade de Haurã.
A fronteira se estenderá desde o Mar até Hazar-Enã, ao longo da fronteira norte de Damasco, com a fronteira de Hamate ao norte. Essa será a fronteira norte.
“No lado leste a fronteira irá entre Haurã e Damasco, ao longo do Jordão entre Gileade e a terra de Israel, até o mar oriental, prosseguindo até Tamar. Essa será a fronteira leste.
“No lado sul ela irá desde Tamar até as águas de Meribá-Cades, prosseguindo então ao longo do ribeiro do Egito até o mar Grande. Essa será a fronteira sul.
“No lado oeste, o mar Grande será a fronteira até de frente a Lebo-Hamate. Essa será a fronteira oeste.
“Distribuam essa terra entre vocês de acordo com as tribos de Israel.
Vocês a distribuirão como herança para vocês mesmos e para os estrangeiros residentes no meio de vocês e que têm filhos. Vocês os considerarão como israelitas de nascimento; juntamente com vocês, a eles deverá ser designada uma herança entre as tribos de Israel.
Qualquer que seja a tribo no qual o estrangeiro se instale, ali vocês lhe darão a herança que lhe cabe”, palavra do Soberano Senhor.
Ezequiel 47:1-23

“Estas são as tribos, relacionadas nominalmente: Na fronteira norte Dã terá uma porção; ela seguirá a estrada de Hetlom até Lebo-Hamate; Hazar-Enã e a fronteira norte, vizinha a Damasco, próxima de Hamate farão parte dos seus limites, desde o lado leste até o lado oeste.
“Aser terá uma porção; esta margeará o território de Dã do leste ao oeste.
“Naftali terá uma porção; esta margeará o território de Aser do leste ao oeste.
“Manassés terá uma porção; esta margeará o território de Naftali do leste ao oeste.
“Efraim terá uma porção; esta margeará o território de Manassés do leste ao oeste.
“Rúben terá uma porção; esta margeará o território de Efraim do leste ao oeste.
“Judá terá uma porção; esta margeará o território de Rúben do leste ao oeste.
“Margeando o território de Judá do leste ao oeste, estará a porção que vocês apresentarão como dádiva sagrada. Terá doze quilômetros e meio de largura, e o seu comprimento, do leste ao oeste, equivalerá a uma das porções tribais; o santuário estará no centro dela.
“A porção sagrada que vocês devem oferecer ao Senhor terá doze quilômetros e meio de comprimento e cinco quilômetros de largura.
Esta será a porção sagrada para os sacerdotes. Terá doze quilômetros e meio de comprimento no lado norte, cinco quilômetros de largura no lado ocidental, cinco quilômetros de largura no lado oriental e doze quilômetros e meio de comprimento no lado sul. No centro dela estará o santuário do Senhor.
Pertencerá aos sacerdotes consagrados, os zadoquitas, que foram fiéis em me servir e não se desviaram como fizeram os levitas quando os israelitas se desviaram.
Será um presente especial para eles da parte da porção sagrada da terra, uma porção santíssima, margeando o território dos levitas.
“Ao longo do território dos sacerdotes, os levitas terão uma área de doze quilômetros e meio de comprimento e cinco quilômetros de largura. Seu comprimento total medirá doze quilômetros e meio, e sua largura cinco quilômetros.
Eles não o venderão nem trocarão parte alguma dele. Essa área é a melhor de todo o território, e não poderá passar para outras mãos, porque é santo para o Senhor.
“A área restante, dois quilômetros e meio de largura e doze quilômetros e meio de comprimento, será para o uso comum da cidade, para casas e para pastagens. A cidade será o centro dela
e terá estas medidas: o lado norte, dois mil e duzentos e cinqüenta metros, o lado sul, com dois mil e duzentos e cinqüenta metros, o lado leste, dois mil e duzentos e cinqüenta metros e o lado oeste, dois mil e duzentos e cinqüenta metros.
A cidade terá uma área livre, de cento e vinte e cinco metros ao norte, cento e vinte e cinco metros ao sul, cento e vinte e cinco metros a leste e cento e vinte e cinco metros a oeste, que servirá para pasto.
O que restar da área, margeando a porção sagrada e indo ao longo dela, será de cinco quilômetros no lado leste e cinco quilômetros no lado oeste. Suas colheitas fornecerão comida para os trabalhadores da cidade.
Estes poderão vir de todas as tribos de Israel.
A porção toda, incluindo a cidade, será um quadrado, com doze quilômetros e meio de cada lado. É uma dádiva sagrada, que como tal vocês reservarão.
“As terras que restarem em ambos os lados da área formada pela porção sagrada e pela cidade pertencerão ao príncipe. Elas se estenderão para o leste a partir dos doze quilômetros e meio da porção sagrada até a fronteira leste, e para o oeste a partir dos doze quilômetros e meio até a fronteira oeste. Essas duas áreas, que correm paralelamente ao comprimento das porções das tribos, pertencerão ao príncipe, e a porção sagrada, inclusive o santuário do templo, estará no centro delas.
Assim a propriedade dos levitas e a propriedade da cidade estarão no centro da área que pertence ao príncipe. A área pertencente ao príncipe estará entre a fronteira de Judá e a fronteira de Benjamim.
“Quanto ao restante das tribos: Benjamim terá uma porção; esta se estenderá do lado leste ao lado oeste.
“Simeão terá uma porção; esta margeará o território de Benjamim do leste ao oeste.
“Issacar terá uma porção; esta margeará o território de Simeão do leste ao oeste.
“Zebulom terá uma porção; esta margeará o território de Issacar do leste ao oeste.
“Gade terá uma porção; esta margeará o território de Zebulom do leste ao oeste.
“A fronteira sul de Gade irá pelo sul desde Tamar até às águas de Meribá-Cades, e depois ao longo do ribeiro do Egito até o mar Grande.
“Esta é a terra que vocês distribuirão às tribos de Israel como herança, e serão essas as suas porções”, palavra do Soberano Senhor.
“Estas serão as saídas da cidade: Começando pelo lado norte, que tem dois mil e duzentos e cinqüenta metros de comprimento,
as portas da cidade receberão os nomes das tribos de Israel. As três portas do lado norte serão a porta de Rúben, a porta de Judá e a porta de Levi.
“No lado leste, que tem dois mil e duzentos e cinqüenta metros de comprimento, haverá três portas: a de José, a de Benjamim e a de Dã.
“No lado sul, que tem dois mil e duzentos e cinqüenta metros de comprimento, haverá três portas: a de Simeão, a de Issacar e a de Zebulom.
“No lado oeste, que tem dois mil e duzentos e cinqüenta metros de comprimento, haverá três portas: a porta de Gade, a porta de Aser e a porta de Naftali.
“A distância total ao redor será de nove quilômetros. E daquele momento em diante, o nome da cidade será: O SENHOR ESTÁ AQUI. ”
Ezequiel 48:1-35

Lembra-te da tua palavra ao teu servo, pela qual me deste esperança.
Este é o meu consolo no meu sofrimento: A tua promessa dá-me vida.
Os arrogantes zombam de mim o tempo todo, mas eu não me desvio da tua lei.
Lembro-me, Senhor, das tuas ordenanças do passado e nelas acho consolo.
Fui tomado de ira tremenda por causa dos ímpios que rejeitaram a tua lei.
Os teus decretos são o tema da minha canção em minha peregrinação.
De noite lembro-me do teu nome, Senhor! Vou obedecer à tua lei.
Esta tem sido a minha prática: Obedecer aos teus preceitos.
Tu és a minha herança, Senhor; prometi obedecer às tuas palavras.
De todo o coração suplico a tua graça; tem misericórdia de mim, conforme a tua promessa.
Refleti em meus caminhos e voltei os meus passos para os teus testemunhos.
Eu me apressarei e não hesitarei em obedecer aos teus mandamentos.
Embora as cordas dos ímpios queiram prender-me, eu não me esqueço da tua lei.
À meia-noite me levanto para dar-te graças pelas tuas justas ordenanças.
Sou amigo de todos os que te temem e obedecem aos teus preceitos.
A terra está cheia do teu amor, Senhor; ensina-me os teus decretos.
Salmos 119:49-64

Quando os justos triunfam, há prosperidade geral, mas, quando os ímpios sobem ao poder, os homens tratam de esconder-se.
Quem esconde os seus pecados não prospera, mas quem os confessa e os abandona encontra misericórdia.
Provérbios 28:12,13

Amados, insisto em que, como estrangeiros e peregrinos no mundo, vocês se abstenham dos desejos carnais que guerreiam contra a alma.
Vivam entre os pagãos de maneira exemplar para que, naquilo em que eles os acusam de praticarem o mal, observem as boas obras que vocês praticam e glorifiquem a Deus no dia da sua intervenção.
Por causa do Senhor, sujeitem-se a toda autoridade constituída entre os homens; seja ao rei, como autoridade suprema,
seja aos governantes, como por ele enviados para punir os que praticam o mal e honrar os que praticam o bem.
Pois é da vontade de Deus que, praticando o bem, vocês silenciem a ignorância dos insensatos.
Vivam como pessoas livres, mas não usem a liberdade como desculpa para fazer o mal; vivam como servos de Deus.
Tratem a todos com o devido respeito: amem os irmãos, temam a Deus e honrem o rei.
Escravos, sujeitem-se a seus senhores com todo o respeito, não apenas aos bons e amáveis, mas também aos maus.
Porque é louvável que, por motivo de sua consciência para com Deus, alguém suporte aflições sofrendo injustamente.
Pois que vantagem há em suportar açoites recebidos por terem cometido o mal? Mas se vocês suportam o sofrimento por terem feito o bem, isso é louvável diante de Deus.
Para isso vocês foram chamados, pois também Cristo sofreu no lugar de vocês, deixando-lhes exemplo, para que sigam os seus passos.
“Ele não cometeu pecado algum, e nenhum engano foi encontrado em sua boca”.
Quando insultado, não revidava; quando sofria, não fazia ameaças, mas entregava-se àquele que julga com justiça.
Ele mesmo levou em seu corpo os nossos pecados sobre o madeiro, a fim de que morrêssemos para os pecados e vivêssemos para a justiça; por suas feridas vocês foram curados.
Pois vocês eram como ovelhas desgarradas, mas agora se converteram ao Pastor e Bispo de suas almas.
1 Pedro 2:11-25

Do mesmo modo, mulheres, sujeitem-se a seus maridos, a fim de que, se alguns deles não obedecem à palavra, sejam ganhos sem palavras, pelo procedimento de sua mulher,
observando a conduta honesta e respeitosa de vocês.
A beleza de vocês não deve estar nos enfeites exteriores, como cabelos trançados e jóias de ouro ou roupas finas.
Pelo contrário, esteja no ser interior, que não perece, beleza demonstrada num espírito dócil e tranqüilo, o que é de grande valor para Deus.
Pois era assim que também costumavam adornar-se as santas mulheres do passado, que colocavam a sua esperança em Deus. Elas se sujeitavam a seus maridos,
como Sara, que obedecia a Abraão e lhe chamava senhor. Dela vocês serão filhas, se praticarem o bem e não derem lugar ao medo.
Do mesmo modo vocês, maridos, sejam sábios no convívio com suas mulheres e tratem-nas com honra, como parte mais frágil e co-herdeiras do dom da graça da vida, de forma que não sejam interrompidas as suas orações.
1 Pedro 3:1-7

 

23 de Novembro

DEVOCIONAL DO PR. LARRY STOCKSTILL

Um Cristão deveria desejar a Palavra de Deus de forma tão insaciável quanto um recém-nascido deseja leite.  A boca de um nenê estala e sua cabeça fica virando e empurrando no instante que ele sente o cheiro de seu alimento.  Da mesma forma os passarinhos abrem bem suas bocas quando suas mães retornam ao ninho.

A Palavra de Deus é semente imperecível, a palavra viva e permanente de Deus (1 Pedro 1:23).  “Toda humanidade é como a relva … mas a palavra do Senhor permanece para sempre” (1 Pedro 1:24-25).  A advertência de Paulo é que “como crianças recém-nascidas” devemos desejar de coração o leite espiritual puro para que por meio dele cresçamos para a salvação (v 2:2)  A Palavra de Deus é a dieta do espírito humano.  Ela nos transforma, fazendo com que nos livremos “de toda maldade e de todo engano, hipocrisia, inveja e toda espécie de malediência” (v 1).

Um nenê tomando a mamadeira é bonitinho, mas deixa de ser bonitinho quando um adulto ainda está tomando mamadeira!  Davi disse: “Tenho prazer nos teus mandamentos: eu os amo” (Salmos 119:47).  Faça da Palavra de Deus sua dieta básica.  Deseje-a, ame-a e alimente-se nela.  Você descubrirá que está se tornando uma nova pessoa!

 

Leitura Diária

(Ezequiel 45:13 – 46:24 | Salmos 119:33-48 | Provérbios 28:11 | 1 Pedro 1:13 – 2:10)

” ‘Esta é a oferta sagrada que vocês apresentarão: um sexto de uma arroba de cada barril de trigo e um sexto de uma arroba de cada barril de cevada.
A porção prescrita de azeite, medida pelo pote, é de um décimo de pote de cada tonel, o qual consiste de dez potes ou um barril, pois dez potes equivalem a um barril.
Também se deve tomar uma ovelha de cada rebanho de duzentas ovelhas das pastagens bem regadas de Israel. Isso será usado para as ofertas de cereal, os holocaustos e as ofertas de comunhão para fazer propiciação pelo povo, palavra do Soberano Senhor.
Todo o povo da terra participará nessa oferta sagrada para o uso do príncipe em Israel.
Será dever do príncipe fornecer os holocaustos, as ofertas de cereal e as ofertas derramadas nas festas, nas luas novas e nos sábados, em todas as festas fixas da nação de Israel. Ele fornecerá as ofertas pelo pecado, as ofertas de cereal, os holocaustos e as ofertas de comunhão para fazer propiciação em favor da nação de Israel.
” ‘Assim diz o Soberano Senhor: No primeiro dia do primeiro mês você apanhará um novilho sem defeito e purificará o santuário.
O sacerdote apanhará um pouco do sangue da oferta pelo pecado e o colocará nos batentes do templo, nos quatro cantos da saliência superior do altar e nos batentes do pátio interno.
Você fará o mesmo no dia sete do mês em favor de qualquer pessoa que pecar sem intenção ou por ignorância; assim vocês deverão fazer propiciação em favor do templo.
” ‘No dia catorze do primeiro mês vocês observarão a Páscoa, uma festa de sete dias, na qual vocês comerão pão sem fermento.
Naquele dia o príncipe fornecerá um novilho em favor de si mesmo e de todo o povo da terra como oferta pelo pecado.
Diariamente, durante os sete dias da festa, ele fornecerá sete novilhos e sete carneiros sem defeito como holocaustos ao Senhor, e um bode como oferta pelo pecado.
Ele fornecerá como oferta de cereal, uma arroba para cada novilho e uma arroba para cada carneiro, juntamente com um galão de azeite para cada arroba.
” ‘Durante os sete dias da festa, que começa no dia quinze do sétimo mês, ele trará as mesmas dádivas para ofertas pelo pecado, os holocaustos, e as ofertas de cereal e azeite.
Ezequiel 45:13-25

” ‘Assim diz o Soberano Senhor: A porta do pátio interno que dá para o leste ficará trancada nos seis dias úteis, mas no sábado e no dia da lua nova será aberta.
O príncipe, vindo do pátio externo, entrará pelo pórtico da entrada e ficará junto ao batente. Os sacerdotes sacrificarão os holocaustos e as ofertas de comunhão dele. Ele adorará o Senhor na soleira da entrada e depois sairá, mas a porta não será fechada até à tarde.
Nos sábados e nas luas novas o povo da terra adorará o Senhor junto à entrada que leva à porta.
O holocausto que o príncipe trouxer ao Senhor no dia de sábado deverá ser de seis cordeiros e um carneiro, todos sem defeito.
A oferta de cereal dada junto com o carneiro será de uma arroba, e a oferta de cereal com os cordeiros será de quanto ele quiser dar, mais um galão de azeite para cada arroba de ceral.
No dia da lua nova ele oferecerá um novilho, seis cordeiros e um carneiro, todos sem defeito.
Como oferta de cereal ele fornecerá uma arroba com o novilho, uma arroba com o carneiro, e com os cordeiros, quantos ele quiser dar, e mais um galão de azeite para cada uma arroba de cereal.
Quando o príncipe entrar, ele o fará pelo pórtico da entrada, e sairá pelo mesmo caminho.
” ‘Quando o povo da terra vier perante o Senhor nas festas fixas, todo aquele que entrar pela porta norte para adorá-lo sairá pela porta sul, e todo aquele que entrar pela porta sul sairá pela porta norte. Ninguém voltará pela porta pela qual entrou, mas todos sairão pela porta oposta.
O príncipe deverá estar no meio deles, entrando quando eles entrarem e saindo quando eles saírem.
” ‘Nas festas, inclusive nas festas fixas, a oferta de cereal será de uma arroba com um novilho, uma arroba com um carneiro, e de uma arroba com os cordeiros, quantos ele quiser dar, mais um galão de azeite para cada arroba.
Quando o príncipe fornecer uma oferta voluntária ao Senhor, seja holocausto seja oferta de comunhão, a porta que dá para o leste será aberta para ele. Ele oferecerá seu holocausto ou suas ofertas de comunhão como o faz no dia de sábado. Então ele sairá, e, depois de ter saído, a porta será trancada.
” ‘Diariamente vocês fornecerão um cordeiro de um ano sem defeito como holocausto ao Senhor; manhã após manhã vocês o trarão.
Com ele vocês também trarão, manhã após manhã, uma oferta de cereal, de um sexto de arroba e um terço de galão de azeite para umedecer a farinha. A apresentação dessa oferta de cereal será feita em obediência a um decreto perpétuo.
Assim o cordeiro, a oferta de cereal e o azeite serão trazidos manhã após manhã para o holocausto que será apresentado regularmente.
” ‘Assim diz o Soberano Senhor: Se da sua herança o príncipe fizer um presente a um de seus filhos, ele pertencerá também aos seus descendentes; será propriedade deles por herança.
Se, porém, da sua herança ele fizer um presente a um dos seus escravos, o escravo poderá mantê-lo consigo até o ano da liberdade; então ele voltará para o príncipe. Sua herança pertence unicamente a seus filhos; deles será.
O príncipe não tomará coisa alguma da herança do povo, expulsando-os de sua propriedade. Dará a seus filhos a herança daquilo que é sua própria propriedade, para que ninguém do meu povo seja separado de sua propriedade’ “.
Depois o homem me levou, pela entrada ao lado da porta, até os quartos sagrados que davam para o norte, os quais pertenciam aos sacerdotes, e mostrou-me um local no lado oeste.
Ele me disse: “Este é o lugar onde os sacerdotes cozinharão a oferta pela culpa e a oferta pelo pecado e assarão a oferta de cereal, para levá-las ao pátio externo e consagrar o povo”.
Ele então me trouxe para o pátio externo e me fez passar por seus quatro cantos, e em cada canto vi um pátio.
Eram pátios fechados, com vinte metros de comprimento e quinze metros de largura; os pátios dos quatro cantos tinham a mesma medida.
Em volta de cada um dos quatro pátios, pelo lado de dentro, havia uma saliência de pedras, com lugares para fogo construídos em toda a sua volta debaixo da saliência.
Ele me disse: “Estas são as cozinhas onde aqueles que ministram no templo cozinharão os sacrifícios do povo”.
Ezequiel 46:1-24

Ensina-me, Senhor, o caminho dos teus decretos, e a eles obedecerei até o fim.
Dá-me entendimento, para que eu guarde a tua lei e a ela obedeça de todo o coração.
Dirige-me pelo caminho dos teus mandamentos, pois nele encontro satisfação.
Inclina o meu coração para os teus estatutos, e não para a ganância.
Desvia os meus olhos das coisas inúteis; faze-me viver nos caminhos que traçaste.
Cumpre a tua promessa para com o teu servo, para que sejas temido.
Livra-me da afronta que me apavora, pois as tuas ordenanças são boas.
Como anseio pelos teus preceitos! Preserva a minha vida por tua justiça!
Que o teu amor alcance-me, Senhor, e a tua salvação, segundo a tua promessa;
então responderei aos que me afrontam, pois confio na tua palavra.
Jamais tires da minha boca a palavra da verdade, pois nas tuas ordenanças coloquei a minha esperança.
Obedecerei constantemente à tua lei, para todo o sempre.
Andarei em verdadeira liberdade, pois tenho buscado os teus preceitos.
Falarei dos teus testemunhos diante de reis, sem ser envergonhado.
Tenho prazer nos teus mandamentos; eu os amo.
A ti levanto minhas mãos e medito nos teus decretos.
Salmos 119:33-48

O rico pode até se julgar sábio, mas o pobre que tem discernimento o conhece a fundo.
Provérbios 28:11

Portanto, estejam com a mente preparada, prontos para a ação; sejam sóbrios e coloquem toda a esperança na graça que lhes será dada quando Jesus Cristo for revelado.
Como filhos obedientes, não se deixem amoldar pelos maus desejos de outrora, quando viviam na ignorância.
Mas, assim como é santo aquele que os chamou, sejam santos vocês também em tudo o que fizerem,
pois está escrito: “Sejam santos, porque eu sou santo”.
Uma vez que vocês chamam Pai aquele que julga imparcialmente as obras de cada um, portem-se com temor durante a jornada terrena de vocês.
Pois vocês sabem que não foi por meio de coisas perecíveis como prata ou ouro que vocês foram redimidos da sua maneira vazia de viver que lhes foi transmitida por seus antepassados,
mas pelo precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro sem mancha e sem defeito,
conhecido antes da criação do mundo, revelado nestes últimos tempos em favor de vocês.
Por meio dele vocês crêem em Deus, que o ressuscitou dentre os mortos e o glorificou, de modo que a fé e a esperança de vocês estão em Deus.
Agora que vocês purificaram as suas vidas pela obediência à verdade, visando ao amor fraternal e sincero, amem sinceramente uns aos outros e de todo o coração.
Pois vocês foram regenerados, não de uma semente perecível, mas imperecível, por meio da palavra de Deus, viva e permanente.
Pois, “toda a humanidade é como a relva, e toda a sua glória, como a flor da relva; a relva murcha e cai a sua flor,
mas a palavra do Senhor permanece para sempre”. Essa é a palavra que lhes foi anunciada.
1 Pedro 1:13-25

Livrem-se, pois, de toda maldade e de todo engano, hipocrisia, inveja e toda espécie de maledicência.
Como crianças recém-nascidas, desejem de coração o leite espiritual puro, para que por meio dele cresçam para a salvação,
agora que provaram que o Senhor é bom.
À medida que se aproximam dele, a pedra viva — rejeitada pelos homens, mas escolhida por Deus e preciosa para ele —
vocês também estão sendo utilizados como pedras vivas na edificação de uma casa espiritual para serem sacerdócio santo, oferecendo sacrifícios espirituais aceitáveis a Deus, por meio de Jesus Cristo.
Pois assim é dito na Escritura: “Eis que ponho em Sião uma pedra angular, escolhida e preciosa, e aquele que nela confia jamais será envergonhado”.
Portanto, para vocês, os que crêem, esta pedra é preciosa; mas para os que não crêem, “a pedra que os construtores rejeitaram tornou-se a pedra angular”,
e, “pedra de tropeço e rocha que faz cair”. Os que não crêem tropeçam, porque desobedecem à mensagem; para o que também foram destinados.
Vocês, porém, são geração eleita, sacerdócio real, nação santa, povo exclusivo de Deus, para anunciar as grandezas daquele que os chamou das trevas para a sua maravilhosa luz.
Antes vocês nem sequer eram povo, mas agora são povo de Deus; não haviam recebido misericórdia, mas agora a receberam.
1 Pedro 2:1-10

 

22 de Novembro

DEVOCIONAL DO PR. LARRY STOCKSTILL

A ordem do Senhor aos sacerdotes, entregue a eles através do profeta Ezequiel, foi: “Não vestirão nada que os faça transpirar.” (Ezequiel 44:18).

Devemos servir o Senhor numa boa – sem “transpirar”!  Deus não permitiria Seus servos que se aproximavam Dele para O servir, estarem suados e agitados mental ou fisicamente.  Muitas vezes pensamos que servir a Deus deveria sobrecarregar os nossos corpos, estressar nossos relacionamentos pessoais, falir nossas finanças e interromper nosso sono.  Em vez disso, Jesus disse: “Meu jugo é suave e o meu fardo é leve.” (Mateus 11:30).

Pedro disse que devemos nos “exultar” “ainda que agora, por um pouco de tempo, devam ser entristecidos por todo tipo de provação” (1 Pedro 1:6).  Você pode se imaginar exultando quando você quer chorar?  Pedro continua seu discurso dizendo que um dia estaremos exultando “com alegria indizível” (1 Pedro 1:8).

O salmista nos traz a terceira nota do acorde celestial na leitura de hoje: “Corro pelo caminho que os teus mandamentos apontam, pois me deste maior entendimento” (Salmos 119:32).  Corro?  “Apenas crianças correm” você talvez diga.  Relaxe, entregue suas ansiedades e preocupações.  A vida Cristã, embora difícil, deveria ser “sem suor”!

Leitura Diária

(Ezequiel 44:1 – 45:12 | Salmos 119:17-32 | Provérbios 28:8-10 | 1 Pedro 1:1-12)

Depois o homem trouxe-me de volta para a porta externa do santuário, que dava para o lado leste, e ela estava trancada.
O Senhor me disse: “Esta porta deve permanecer trancada. Não deverá ser aberta; ninguém poderá entrar por ela. Deve permanecer trancada porque o Senhor, o Deus de Israel, entrou por ela.
O príncipe é o único que poderá entrar e sentar-se dentro para comer na presença do Senhor. Ele entrará pelo pórtico da entrada e sairá pelo mesmo caminho”.
Então o homem levou-me até a frente do templo, passando pela porta norte. Olhei e vi a glória do Senhor enchendo o templo do Senhor, e prostrei-me, rosto em terra.
O Senhor me disse: “Filho do homem preste atenção, olhe e ouça atentamente tudo o que eu lhe disser acerca de todos os regulamentos a respeito do templo do Senhor. Preste atenção à entrada do templo e a todas as saídas do santuário.
Diga à rebelde nação de Israel: ‘Assim diz o Soberano Senhor: Já bastam suas práticas repugnantes, ó nação de Israel!
Além de todas as suas outras práticas repugnantes, vocês trouxeram estrangeiros incircuncisos no coração e na carne para dentro do meu santuário, profanando o meu templo enquanto me ofereciam comida, gordura e sangue, e assim vocês romperam a minha aliança.
Ao invés de cumprirem seu dever quanto às minhas coisas sagradas, vocês encarregaram outros do meu santuário.
Assim diz o Soberano Senhor: Nenhum estrangeiro incircunciso no coração e na carne entrará no meu santuário, nem tampouco os estrangeiros que vivem entre os israelitas.
” ‘Os levitas que tanto se distanciaram de mim quando Israel se desviou e que vaguearam para longe de mim, indo atrás de seus ídolos, sofrerão as conseqüências de sua iniqüidade.
Poderão servir no meu santuário, como encarregados das portas do templo e servindo nele; poderão matar os animais dos holocaustos e outros sacrifícios em lugar do povo e colocar-se diante do povo e servi-lo.
Mas, porque os serviram na presença de seus ídolos e fizeram a nação de Israel cair em pecado, jurei de mão erguida que eles sofrerão as conseqüências de sua iniqüidade, palavra do Soberano Senhor.
Não se aproximarão para me servir como sacerdotes nem se aproximarão de nenhuma de minhas coisas sagradas e das minhas ofertas santíssimas; carregarão a vergonha de suas práticas repugnantes.
Contudo, eu os encarregarei dos deveres do templo e de todo o trabalho que nele deve ser feito.
” ‘Contudo, os sacerdotes levitas e descendentes de Zadoque e que fielmente executaram os deveres do meu santuário quando os israelitas se desviaram de mim, se aproximarão para ministrar diante de mim; eles ficarão diante de mim para oferecer sacrifícios de gordura e de sangue, palavra do Soberano Senhor.
Só eles entrarão em meu santuário e se aproximarão da minha mesa para ministrar diante de mim e realizar o meu serviço.
” ‘Quando entrarem pelas portas do pátio interno, estejam vestindo roupas de linho; não usem nenhuma veste de lã enquanto estiverem ministrando junto às portas do pátio interno ou dentro do templo.
Usarão turbantes de linho na cabeça e calções de linho na cintura. Não vestirão nada que os faça transpirar.
Quando saírem para o pátio externo onde fica o povo, tirarão as roupas com que estiveram ministrando e as deixarão nos quartos sagrados, e vestirão outras roupas, para que não consagrem o povo por meio de suas roupas sacerdotais.
” ‘Não raparão a cabeça nem deixarão o cabelo comprido, mas o manterão aparado.
Nenhum sacerdote beberá vinho quando entrar no pátio interno.
Eles não se casarão com viúva ou divorciada; só poderão casar-se com mulher virgem, de ascendência israelita, ou com viúva de sacerdote.
Eles ensinarão ao meu povo a diferença entre o santo e o comum e lhe mostrarão como fazer distinção entre o puro e o impuro.
” ‘Em qualquer disputa, os sacerdotes servirão como juízes e a decisão será tomada de acordo com as minhas sentenças. Eles obedecerão às minhas leis e aos meus decretos com respeito a todas as minhas festas fixas, e manterão santos os meus sábados.
” ‘O sacerdote não se contaminará por aproximar-se do cadáver de alguém; no entanto, se o morto for seu pai, sua mãe, seu filho, sua filha, seu irmão ou sua irmã não-casada, ele poderá contaminar-se.
Depois de se purificar, esperará sete dias.
No dia em que entrar no pátio interno do santuário para ministrar no santuário, ele oferecerá em favor de si mesmo uma oferta pelo pecado, palavra do Soberano Senhor.
” ‘Eu serei a única herança dos sacerdotes. Vocês não lhes darão propriedade alguma em Israel; eu serei a sua herança.
Eles comerão as ofertas de cereal, as ofertas pelo pecado e as ofertas pela culpa; e tudo o que em Israel for consagrado ao Senhor será deles.
O melhor de todos os primeiros frutos e de todas as contribuições que vocês fizerem pertencerá aos sacerdotes. Vocês darão a eles a primeira porção de sua refeição de cereal moído, para que haja bênçãos sobre as suas casas.
Os sacerdotes não comerão a carne de aves ou de animais, encontrados mortos ou despedaçados por animais selvagens.
Ezequiel 44:1-31

” ‘Quando vocês distribuírem a terra como herança, apresentem ao Senhor como distrito sagrado uma porção da terra, com doze quilômetros e meio de comprimento e dez quilômetros de largura; toda essa área será santa.
Desse terreno, uma área quadrada de duzentos e cinqüenta metros de lado servirá para o santuário, com vinte e cinco metros em redor para terreno aberto.
No distrito sagrado, separe um pedaço de doze quilômetros e meio de comprimento e cinco quilômetros de largura. Nele estará o santuário, o Lugar Santíssimo.
Essa será a porção sagrada da terra para os sacerdotes, os quais ministrarão no santuário e se aproximarão para ministrar diante do Senhor. Esse será um lugar para as suas casas, bem como um lugar santo para o santuário.
Uma área de doze quilômetros e meio de comprimento e cinco quilômetros de largura pertencerá aos levitas, os quais servirão no templo; essa será a propriedade deles para ali viverem.
” ‘Vocês darão, para que seja propriedade da cidade, uma área de dois quilômetros e meio de largura e doze quilômetros e meio de comprimento, adjacente à porção sagrada; ela pertencerá a toda a nação de Israel.
” ‘O príncipe terá a terra que fica dos dois lados da área formada pelo distrito sagrado e pela propriedade da cidade. Ela se estenderá para o oeste desde o lado oeste e para o leste desde o lado leste, indo desde a fronteira ocidental até a fronteira oriental que é paralela a uma das porções tribais.
Essa terra será sua propriedade em Israel. E os meus príncipes não oprimirão mais o meu povo, mas permitirão que a nação de Israel possua a terra de acordo com as suas tribos.
” ‘Assim diz o Soberano Senhor: Vocês já foram muito longe, ó príncipes de Israel! Abandonem a violência e a opressão e façam o que é justo e direito. Parem de apossar-se do que é do meu povo, palavra do Soberano Senhor.
Usem balanças honestas, arroba honesta e pote honesto.
A arroba e o pote devem ser iguais, o pote terá um décimo de um barril; o barril deve ser a medida padrão para os dois.
O peso padrão deve consistir de doze gramas. Vinte pesos mais vinte e cinco pesos mais quinze pesos equivalem a setecentos e vinte gramas.
Ezequiel 45:1-12

Trata com bondade o teu servo para que eu viva e obedeça à tua palavra.
Abre os meus olhos para que eu veja as maravilhas da tua lei.
Sou peregrino na terra; não escondas de mim os teus mandamentos.
A minha alma consome-se de perene desejo das tuas ordenanças.
Tu repreendes os arrogantes; malditos os que se desviam dos teus mandamentos!
Tira de mim a afronta e o desprezo, pois obedeço aos teus estatutos.
Mesmo que os poderosos se reúnam para conspirar contra mim, ainda assim o teu servo meditará nos teus decretos.
Sim, os teus testemunhos são o meu prazer; eles são os meus conselheiros.
Agora estou prostrado no pó; preserva a minha vida conforme a tua promessa.
A ti relatei os meus caminhos e tu me respondeste; ensina-me os teus decretos.
Faze-me discernir o propósito dos teus preceitos, então meditarei nas tuas maravilhas.
A minha alma se consome de tristeza; fortalece-me conforme a tua promessa.
Desvia-me dos caminhos enganosos; por tua graça, ensina-me a tua lei.
Escolhi o caminho da fidelidade; decidi seguir as tuas ordenanças.
Apego-me aos teus testemunhos, ó Senhor; não permitas que eu fique decepcionado.
Corro pelo caminho que os teus mandamentos apontam, pois me deste maior entendimento.
Salmos 119:17-32

Quem aumenta sua riqueza com juros exorbitantes ajunta para algum outro, que será bondoso com os pobres.
Se alguém se recusa a ouvir a lei, até suas orações serão detestáveis.
Quem leva o homem direito pelo mau caminho cairá ele mesmo na armadilha que preparou, mas o que não se deixa corromper terá boa recompensa.
Provérbios 28:8-10

Pedro, apóstolo de Jesus Cristo, aos eleitos de Deus, peregrinos dispersos no Ponto, na Galácia, na Capadócia, na província da Ásia e na Bitínia,
escolhidos de acordo com a pré-conhecimento de Deus Pai, pela obra santificadora do Espírito, para a obediência a Jesus Cristo e a aspersão do seu sangue: Graça e paz lhes sejam multiplicadas.
Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo! Conforme a sua grande misericórdia, ele nos regenerou para uma esperança viva, por meio da ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos,
para uma herança que jamais poderá perecer, macular-se ou perder o seu valor. Herança guardada nos céus para vocês
que, mediante a fé, são protegidos pelo poder de Deus até chegar a salvação prestes a ser revelada no último tempo.
Nisso vocês exultam, ainda que agora, por um pouco de tempo, devam ser entristecidos por todo tipo de provação.
Assim acontece para que fique comprovado que a fé que vocês têm, muito mais valiosa do que o ouro que perece, mesmo que refinado pelo fogo, é genuína e resultará em louvor, glória e honra, quando Jesus Cristo for revelado.
Mesmo não o tendo visto, vocês o amam; e apesar de não o verem agora, crêem nele e exultam com alegria indizível e gloriosa,
pois vocês estão alcançando o alvo da sua fé, a salvação das suas almas.
Foi a respeito dessa salvação que os profetas que falaram da graça destinada a vocês investigaram e examinaram,
procurando saber o tempo e as circunstâncias para os quais apontava o Espírito de Cristo que neles estava, quando lhes predisse os sofrimentos de Cristo e as glórias que se seguiriam àqueles sofrimentos.
A eles foi revelado que estavam ministrando, não para si próprios, mas para vocês, quando falaram das coisas que agora lhes foram anunciadas por meio daqueles que lhes pregaram o evangelho pelo Espírito Santo enviado do céu; coisas que até os anjos anseiam observar.
1 Pedro 1:1-12

 

21 de Novembro

DEVOCIONAL DO PR. LARRY STOCKSTILL

Nossas orações deveriam ser orações oferecidas “com fé” (Tiago 5:15).  A oração é a força mais poderosa da terra.  É suficientemente poderosa para ajudar o aflito, ou o doente ou o pecador (Tiago 5:13-16).  Elias é o exemplo do “ora-dor” mais poderoso da Bíblia.  Ele era sujeito às mesmas fraquezas humanas que nós sentimos quando oramos: tédio, cansaço, desencorajamento, fome e sede.  No entanto, ele “orou fervorosamente para que não chovesse, e não choveu sobre a terra durante três anos e meio” (v. 17).

Elias orou consistentemente por 42 meses bloqueando a chuva.  Então, durante um drama de sete intervalos no Monte Carmelo, ele enviou seu servo sete vezes para ver se havia uma nuvem de chuva sobre o Mediterrâneo.  Por seis vezes o servo voltou desencorajado!  Finalmente, a oração de Elias rompeu as barreiras e a nuvem de chuva encharcou a terra ressequida.

Nosso alvo de oração?  Precisamos orar pelos pecadores que se desviaram “da verdade” até que sejam convertidos do “erro do seu caminho” (Tiago 5:19-20).

Continue em oração, Cristão fervoroso:  a nuvem da salvação está se levantando!

 

Leitura Diária

(Ezequiel 42:1 – 43:27 | Salmos 119:1-16 | Provérbios 28:6-7 | Tiago 5:1-20)

Depois disso o homem conduziu-me para o lado norte, para o pátio externo, e levou-me aos quartos opostos ao pátio do templo e ao muro externo do lado norte.
O prédio cuja porta dava para o norte tinha cinqüenta metros de comprimento e vinte e cinco metros de largura.
Tanto na secção que ficava a dez metros de distância do pátio interno quanto na secção oposta ao piso do pátio externo, havia uma galeria frente à outra nos três andares.
Em frente dos quartos havia uma passagem interna com cinco metros de largura e cinqüenta metros de comprimento. Suas portas ficavam no lado norte.
Ora, os quartos superiores eram mais estreitos, pois as galerias tomavam mais espaço deles do que dos quartos do andar inferior e médio.
Os quartos do terceiro andar não tinham colunas, ao passo que os pátios as tinham. Por isso a área deles era menor do que a dos quartos do andar inferior e o do meio.
Havia uma parede externa paralela aos quartos e ao pátio externo; sua extensão era de vinte e cinco metros, em frente dos quartos.
A carreira de quartos junto ao pátio interno tinha vinte e cinco metros de comprimento, e a que ficava mais próximo do santuário tinha cinqüenta metros de comprimento.
Os quartos de baixo tinham entrada pelo lado leste, quando se vem do pátio externo.
No lado sul, ao longo do comprimento da parede do pátio externo, adjacentes ao pátio do templo e no lado oposto do muro externo, havia quartos
com uma passagem em frente deles. Eram como os quartos do lado norte; tinham o mesmo comprimento e a mesma largura, com saídas e dimensões semelhantes. As portas do lado norte
eram semelhantes às portas dos quartos do lado sul. Havia uma entrada no início do corredor paralelo ao muro correspondente que se estendia para leste; e havia uma entrada para os quartos.
Depois ele me disse: “Os quartos do norte e do sul que dão para o pátio do templo são os quartos dos sacerdotes, onde os sacerdotes que se aproximam do Senhor comerão as ofertas santíssimas. Ali porão as ofertas santíssimas: as ofertas de cereal, as ofertas pelo pecado e as ofertas pela culpa, pois o local é santo.
Assim que os sacerdotes entrarem nos recintos sagrados, só poderão ir para o pátio externo após tirarem as vestes com as quais ministram, pois elas são santas. Porão outras vestes antes de se aproximarem dos lugares reservados para o povo”.
Quando ele acabou de medir o que havia dentro da área do templo, levou-me para fora pela porta leste e mediu a área em redor:
Mediu o lado leste com a vara de medir; e ele tinha duzentos e cinqüenta metros.
Mediu o lado norte; ele tinha duzentos e cinqüenta metros, segundo a vara de medir.
Mediu o lado sul; e tinha duzentos e cinqüenta metros, segundo a vara de medir.
Depois ele foi para o lado oeste e o mediu; ele tinha duzentos e cinqüenta metros, segundo a vara de medir.
Assim ele mediu a área nos quatro lados. Em torno dela havia um muro de duzentos e cinqüenta metros de comprimento e duzentos e cinqüenta metros de largura, para separar o santo do comum.
Ezequiel 42:1-20

Então o homem levou-me até a porta que dava para o leste,
e vi a glória do Deus de Israel que vinha do lado leste. Sua voz era como o rugido de águas avançando, e a terra estava refulgente com a sua glória.
A visão que tive era como a que eu tinha tido quando ele veio destruir a cidade e como as que eu tinha tido junto ao rio Quebar; e eu me prostrei, rosto em terra.
A glória do Senhor entrou no templo pela porta que dava para o lado leste.
Então o Espírito pôs-me de pé e levou-me para dentro do pátio interno, e a glória do Senhor encheu o templo.
Enquanto o homem estava ao meu lado, ouvi alguém falando comigo de dentro do templo.
Ele disse: “Filho do homem, este é o lugar do meu trono e o lugar para a sola dos meus pés. Aqui viverei para sempre entre os israelitas. A nação de Israel jamais contaminará o meu santo nome, nem eles nem seus reis, mediante a sua prostituição e os ídolos sem vida de seus reis em seus santuários nos montes.
Quando eles puseram sua soleira perto de minha soleira e seus batentes junto de meus batentes, com apenas uma parede fazendo separação entre mim e eles, eles contaminaram o meu santo nome com suas práticas repugnantes. Por isso eu os destruí na minha ira.
Agora, que afastem de mim a sua prostituição e os seus ídolos sem vida de seus reis, e eu viverei entre eles para sempre.
“Filho do homem, descreva o templo para a nação de Israel, para que fiquem envergonhados dos seus pecados. Que eles analisem o modelo,
e, se ficarem envergonhados por tudo o que fizeram, informe-os acerca da planta do templo — sua disposição, suas saídas e suas entradas — toda a sua planta e todas as suas estipulações e leis. Ponha essas coisas por escrito diante deles para que sejam fiéis à planta e sigam as suas estipulações.
“Esta é a lei do templo: Toda a área ao redor no topo do monte será santíssima. Essa é a lei do templo.
“Estas são as medidas do altar pela medida longa, isto é, de meio metro: Sua calha tem meio metro de fundo e meio metro de largura, com uma aba de um palmo em torno da beirada. E esta é a altura do altar:
Desde a calha no chão até a saliência inferior, ele tem um metro de altura e um metro de largura, e desde a saliência menor até a saliência maior, tem dois metros de altura e meio metro de largura.
A fornalha do altar tem dois metros de altura, e quatro pontas se projetam dela para cima.
A fornalha do altar é quadrada, com seis metros de comprimento e seis metros de largura.
A saliência superior também é quadrada, com sete metros de comprimento e sete metros de largura, com uma aba de vinte e cinco centímetros e uma calha de meio metro em toda a sua extensão ao redor. Os degraus do altar estão voltados para o oriente”.
Então ele me disse: “Filho do homem, assim diz o Soberano Senhor: Estes serão os regulamentos que deverão ser seguidos no sacrifício dos holocaustos e na aspersão do sangue no altar, quando ele for construído:
Você deverá dar um novilho como oferta aos sacerdotes levitas, da família de Zadoque, os quais se aproximam para ministrar diante de mim, palavra do Soberano Senhor.
Você colocará um pouco desse sangue nas quatro pontas do altar, nos quatro cantos da saliência superior e ao redor de toda a aba, e assim purificará o altar e fará propiciação por ele.
Você queimará o novilho para a oferta pelo pecado no lugar determinado da área do templo, fora do santuário.
“No segundo dia você oferecerá um bode sem defeito como oferta pelo pecado, e o altar será purificado como foi purificado com o novilho.
Quando terminar de purificá-lo, ofereça um novilho e um carneiro tirados do rebanho, ambos sem defeito.
Você os oferecerá perante o Senhor, e os sacerdotes deverão pôr sal sobre eles e sacrificá-los como holocausto ao Senhor.
“Durante sete dias você fornecerá diariamente um bode como oferta pelo pecado; fornecerá também um novilho e um carneiro tirados do rebanho, ambos sem defeito.
Durante sete dias os sacerdotes farão propiciação pelo altar e o purificarão; assim eles o consagrarão.
No final desses dias, a partir do oitavo dia, os sacerdotes apresentarão os holocaustos e os sacrifícios de comunhão de vocês sobre o altar. Então eu os aceitarei, palavra do Soberano Senhor”.
Ezequiel 43:1-27

Como são felizes os que andam em caminhos irrepreensíveis, que vivem conforme a lei do Senhor!
Como são felizes os que obedecem aos seus estatutos e de todo o coração o buscam!
Não praticam o mal e andam nos caminhos do Senhor.
Tu mesmo ordenaste os teus preceitos para que sejam fielmente obedecidos.
Quem dera fossem firmados os meus caminhos na obediência aos teus decretos.
Então não ficaria decepcionado ao considerar todos os teus mandamentos.
Eu te louvarei de coração sincero quando aprender as tuas justas ordenanças.
Obedecerei aos teus decretos; nunca me abandones.
Como pode o jovem manter pura a sua conduta? Vivendo de acordo com a tua palavra.
Eu te busco de todo o coração; não permitas que eu me desvie dos teus mandamentos.
Guardei no coração a tua palavra para não pecar contra ti.
Bendito sejas, Senhor! Ensina-me os teus decretos.
Com os lábios repito todas as leis que promulgaste.
Regozijo-me em seguir os teus testemunhos como o que se regozija com grandes riquezas.
Meditarei nos teus preceitos e darei atenção às tuas veredas.
Tenho prazer nos teus decretos; não me esqueço da tua palavra.
Salmos 119:1-16

Melhor é o pobre íntegro em sua conduta do que o rico perverso em seus caminhos.
Quem obedece à lei é filho sábio, mas o companheiro dos glutões envergonha o pai.
Provérbios 28:6,7

Ouçam agora vocês, ricos! Chorem e lamentem-se, tendo em vista a miséria que lhes sobrevirá.
A riqueza de vocês apodreceu, e as traças corroeram as suas roupas.
O ouro e a prata de vocês enferrujaram, e a ferrugem deles testemunhará contra vocês e como fogo lhes devorará a carne. Vocês acumularam bens nestes últimos dias.
Vejam, o salário dos trabalhadores que ceifaram os seus campos, e que por vocês foi retido com fraude, está clamando contra vocês. O lamento dos ceifeiros chegou aos ouvidos do Senhor dos Exércitos.
Vocês viveram luxuosamente na terra, desfrutando prazeres, e fartaram-se de comida em dia de abate.
Vocês têm condenado e matado o justo, sem que ele ofereça resistência.
Portanto, irmãos, sejam pacientes até a vinda do Senhor. Vejam como o agricultor aguarda que a terra produza a preciosa colheita e como espera com paciência até virem as chuvas do outono e da primavera.
Sejam também pacientes e fortaleçam o coração, pois a vinda do Senhor está próxima.
Irmãos, não se queixem uns dos outros, para que não sejam julgados. O Juiz já está às portas!
Irmãos, tenham os profetas que falaram em nome do Senhor como exemplo de paciência diante do sofrimento.
Como vocês sabem, nós consideramos felizes aqueles que mostraram perseverança. Vocês ouviram falar sobre a paciência de Jó e viram o fim que o Senhor lhe proporcionou. O Senhor é cheio de compaixão e misericórdia.
Sobretudo, meus irmãos, não jurem nem pelo céu, nem pela terra, nem por qualquer outra coisa. Seja o sim de vocês, sim, e o não, não, para que não caiam em condenação.
Entre vocês há alguém que está sofrendo? Que ele ore. Há alguém que se sente feliz? Que ele cante louvores.
Entre vocês há alguém que está doente? Que ele mande chamar os presbíteros da igreja, para que estes orem sobre ele e o unjam com óleo, em nome do Senhor.
E a oração feita com fé curará o doente; o Senhor o levantará. E se houver cometido pecados, ele será perdoado.
Portanto, confessem os seus pecados uns aos outros e orem uns pelos outros para serem curados. A oração de um justo é poderosa e eficaz.
Elias era humano como nós. Ele orou fervorosamente para que não chovesse, e não choveu sobre a terra durante três anos e meio.
Orou outra vez, e o céu enviou chuva, e a terra produziu os seus frutos.
Meus irmãos, se algum de vocês se desviar da verdade e alguém o trouxer de volta,
lembrem-se disso: Quem converte um pecador do erro do seu caminho, salvará a vida dessa pessoa e fará que muitíssimos pecados sejam perdoados.
Tiago 5:1-20

 

20 de Novembro

DEVOCIONAL DO PR. LARRY STOCKSTILL

“Abram as portas da justiça para mim, pois quero entrar para dar graças ao Senhor” (Salmos 118:19).  Aproximar-se do Senhor deveria ser o objetivo de sua vida.   As vezes, no entanto, esse processo se encontra com obstáculos.  Tiago escreve sobre dois estágios pelo qual você poderá passar em sua tentativa de entrar na presença de Deus.

Primeiro,  ele nos instrui a “submetermo-nos” a Deus (Tiago 4:7).  O orgulho, a luxúria e a amizade com o mundo bloqueará seus pedidos de oração.  Você pode estar “pedindo por motivos errados, para gastar em seus prazeres” (v. 3).  Você deve, portanto, submeter sua vida a Deus.   Assim seus pedidos serão feitos com as motivações corretas.

Tiago continua dizendo: “Resistam ao Diabo, e ele fugirá de vocês” (Tiago 4:7).  Satanás pode estar bloqueando as respostas de seus pedidos de oração, mesmo que Deus os tenha concedido.  A oração de Daniel foi respondida a partir do “primeiro dia” mas Satanás a impediu durante 21 dias (Daniel 10:12-13).

Após resolver estes dois problemas, você pode se aproximar a Deus “e Ele se aproximará a você” (Tiago 4:8).  Ele ama você e está aguardando a sua entrada pela porta do Senhor!

 

Leitura Diária

(Ezequiel 40:28 – 41:26 | Salmos 118:19-29 | Provérbios 28:3-5 | Tiago 4:1-17)

A seguir ele me levou ao pátio interno pela porta sul, e mediu a porta sul; e ela tinha as mesmas medidas das outras.
Suas salas, seus muros salientes e seu pórtico tinham as mesmas medidas dos outros. A entrada e seu pórtico tinha aberturas ao seu redor. Tinham vinte e cinco metros de comprimento e doze metros e meio de largura.
( Os pórticos das entradas ao redor do pátio interior tinham doze metros e meio de largura e dois metros e meio de fundo. )
Seu pórtico dava para o pátio externo; tamareiras decoravam seus batentes, e oito degraus subiam até ele.
Depois ele me levou ao pátio interno no lado leste, e mediu a entrada; e ela tinha as mesmas medidas das outras.
Suas salas, suas paredes salientes e seu pórtico tinham as mesmas medidas dos outros. A entrada e seu pórtico tinha aberturas ao seu redor. Tinham vinte e cinco metros de comprimento e doze metros e meio de largura.
Seu pórtico dava para o pátio externo; tamareiras decoravam os batentes em cada lado, e oito degraus subiam até ela.
Depois ele me levou à porta norte e a mediu; e ela tinha as mesmas medidas das outras,
como também as suas salas, as suas paredes salientes e o seu pórtico, e tinha aberturas ao seu redor. Tinha vinte e cinco metros de comprimento e doze metros e meio de largura.
Seu pórtico dava para o pátio externo; tamareiras decoravam os batentes em ambos os lados, e oito degraus subiam até ela.
Um quarto com sua entrada ficava junto do pórtico de cada uma das entradas internas, onde os holocaustos eram lavados.
No pórtico da entrada havia duas mesas de cada lado, em que os holocaustos, as ofertas pelo pecado e as ofertas pela culpa eram abatidos.
Junto à parede externa do pórtico da entrada, perto dos degraus da porta norte, ficavam duas mesas, e do outro lado dos degraus havia duas mesas.
Havia, pois, quatro mesas num lado da entrada e quatro no outro, onde os sacrifícios eram abatidos. Eram oito mesas ao todo.
Também havia quatro mesas de pedra lavrada para os holocaustos, cada uma com setenta e cinco centímetros de comprimento e de largura, e cinqüenta centímetros de altura. Nelas eram colocados os utensílios para o abate dos holocaustos e dos outros sacrifícios.
E ganchos de duas pontas, cada um com quatro dedos de comprimento, estavam presos à parede, em toda a sua extensão. As mesas eram para a carne das ofertas.
Fora da porta interna, dentro do pátio interno, havia dois quartos, um ao lado da porta norte que dava para o sul, e outro ao lado da porta sul que dava para o norte.
Ele me disse: “O quarto que dá para o sul é para os sacerdotes encarregados do templo,
e o quarto que dá para o norte é para os sacerdotes encarregados do altar. São eles os filhos de Zadoque, os únicos levitas que podem aproximar-se do Senhor para ministrarem diante dele”.
Depois ele mediu o pátio: Era quadrado e tinha cinqüenta metros de comprimento e cinqüenta de largura. E o altar ficava em frente do templo.
A seguir me levou ao pórtico do templo e mediu os batentes do pórtico; eles tinham dois metros e meio de largura em ambos os lados. A largura da entrada era de sete metros, e suas paredes salientes tinham um metro e meio de largura em cada lado.
O pórtico tinha dez metros de largura e seis metros da frente aos fundos. O acesso a ele era por um lance de escadas, e havia três colunas em cada lado dos batentes.
Ezequiel 40:28-49

Depois o homem me levou ao santuário externo e mediu os batentes; a largura dos batentes era de três metros em cada lado.
A entrada tinha cinco metros de largura, e as paredes salientes em cada lado tinham dois metros e meio de largura. Ele mediu também o santuário externo; e ele tinha vinte metros de comprimento e dez metros de largura.
Depois entrou no santuário interno e mediu os batentes da entrada; cada um tinha um metro de largura. A entrada tinha três metros de largura, e as paredes salientes em cada lado dela tinham três metros e meio de largura.
E ele mediu o comprimento do santuário interno; tinha dez metros, e sua largura era de dez metros até o fim do santuário externo. Ele me disse: “Este é o Lugar Santíssimo”.
Depois mediu a parede do templo; tinha três metros de espessura, e cada quarto lateral em torno do templo tinha dois metros de largura.
Os quartos laterais, sobrepostos uns aos outros, ficavam em três andares, havendo trinta em cada andar. Havia saliências em torno de toda a parede do templo para servirem de pontos de apoio para os quartos laterais, para que não fossem incrustados na parede do templo.
As paredes laterais em torno de todo o templo eram mais largas em cada andar superior. A estrutura em torno do templo foi construída em plataformas ascendentes, de modo que os quartos ficavam mais largos à medida que se subia. Uma escada subia do andar inferior até o andar superior, servindo também o andar do meio.
Vi que ao redor de todo o templo fora construída uma base, formando o alicerce dos quartos laterais. Era do comprimento da vara de medir, ou seja, três metros.
A parede externa dos quartos laterais era de dois metros e meio de espessura. A área aberta entre os quartos laterais do templo
e os quartos dos sacerdotes era de dez metros de largura ao redor de todo o templo.
Havia entradas para os quartos laterais a partir da área aberta, uma ao norte e outra ao sul; e a base vizinha à área aberta era de dois metros e meio ao redor de todo o templo.
O prédio que ficara em frente do pátio do templo no lado oeste media trinta e cinco metros de largura. A parede do prédio tinha dois metros e meio de espessura em toda a sua volta, e o seu comprimento era de quarenta e cinco metros.
Depois ele mediu o templo; e ele tinha cinqüenta metros de comprimento, e o pátio do templo e o prédio com suas paredes também tinham cinqüenta metros de comprimento.
A largura do pátio do templo no lado oeste, inclusive a frente do templo, era de cinqüenta metros.
A seguir ele mediu o comprimento do prédio que ficava em frente do pátio, na parte de trás do templo, inclusive suas galerias em cada lado; era de cinqüenta metros. O santuário externo, o santuário interno e o pórtico que dava para o pátio,
bem como as soleiras, as janelas estreitas e as galerias em volta dos três, tudo o que estava do lado de fora, inclusive a soleira, fora revestido de madeira. O piso, a parede até a altura das janelas, e as janelas estavam revestidas.
No espaço acima do lado exterior da entrada do santuário interno e nas paredes, a intervalos regulares, em volta de todo o santuário interior e exterior,
havia querubins e tamareiras em relevo. As tamareiras alternavam com os querubins. Cada querubim tinha dois rostos:
o rosto de um homem virado para a tamareira de um dos lados, e o rosto de um leão virado para a tamareira do outro lado. Estavam em relevo ao redor do templo inteiro.
Desde o chão até a área acima da entrada, havia querubins e tamareiras em relevo na parede do santuário exterior.
O santuário exterior tinha batentes retangulares, e o que ficava em frente do Lugar Santíssimo era semelhante.
Havia um altar de madeira com um metro e meio de altura e um metro em cada lado; seus cantos, sua base e seus lados eram de madeira. O homem me disse: “Esta é a mesa que fica diante do Senhor”.
Tanto o santuário externo quanto o Lugar Santíssimo tinham portas duplas.
Cada porta tinha duas folhas; duas folhas articuladas para cada porta.
E nas portas do santuário externo havia querubins e tamareiras esculpidos em relevo, como os que havia nas paredes, e havia também uma saliência de madeira na frente do pórtico.
Nas paredes laterais do pórtico havia janelas estreitas com tamareiras em relevo em cada lado. Os quartos laterais do templo também tinham saliências.
Ezequiel 41:1-26

Abram as portas da justiça para mim, pois quero entrar para dar graças ao Senhor.
Esta é a porta do Senhor, pela qual entram os justos.
Dou-te graças, porque me respondeste e foste a minha salvação.
A pedra que os construtores rejeitaram tornou-se a pedra angular.
Isso vem do Senhor, e é algo maravilhoso para nós.
Este é o dia em que o Senhor agiu; alegremo-nos e exultemos neste dia.
Salva-nos, Senhor! Nós imploramos. Faze-nos prosperar, Senhor! Nós suplicamos.
Bendito é o que vem em nome do Senhor. Da casa do Senhor nós os abençoamos.
O Senhor é Deus, fez resplandecer sobre nós a sua luz. Juntem-se ao cortejo festivo, levando ramos até as pontas do altar.
Tu és o meu Deus; graças te darei! Ó meu Deus, eu te exaltarei!
Dêem graças ao Senhor, porque ele é bom; o seu amor dura para sempre.
Salmos 118:19-29

O pobre que se torna poderoso e oprime os pobres é como a tempestade súbita que destrói toda a plantação.
Os que abandonam a lei elogiam os ímpios, mas os que obedecem à lei lutam contra eles.
Os homens maus não entendem a justiça, mas os que buscam ao Senhor a entendem plenamente.
Provérbios 28:3-5

De onde vêm as guerras e contendas que há entre vocês? Não vêm das paixões que guerreiam dentro de vocês?
Vocês cobiçam coisas, e não as têm; matam e invejam, mas não conseguem obter o que desejam. Vocês vivem a lutar e a fazer guerras. Não têm, porque não pedem.
Quando pedem, não recebem, pois pedem por motivos errados, para gastar em seus prazeres.
Adúlteros, vocês não sabem que a amizade com o mundo é inimizade com Deus? Quem quer ser amigo do mundo faz-se inimigo de Deus.
Ou vocês acham que é sem razão que a Escritura diz que o Espírito que ele fez habitar em nós tem fortes ciúmes?
Mas ele nos concede graça maior. Por isso diz a Escritura: “Deus se opõe aos orgulhosos, mas concede graça aos humildes”.
Portanto, submetam-se a Deus. Resistam ao diabo, e ele fugirá de vocês.
Aproximem-se de Deus, e ele se aproximará de vocês! Pecadores, limpem as mãos, e vocês, que têm a mente dividida, purifiquem o coração.
Entristeçam-se, lamentem e chorem. Troquem o riso por lamento e a alegria por tristeza.
Humilhem-se diante do Senhor, e ele os exaltará.
Irmãos, não falem mal uns dos outros. Quem fala contra o seu irmão ou julga o seu irmão, fala contra a Lei e a julga. Quando você julga a Lei, não a está cumprindo, mas está se colocando como juiz.
Há apenas um Legislador e Juiz, aquele que pode salvar e destruir. Mas quem é você para julgar o seu próximo?
Ouçam agora, vocês que dizem: “Hoje ou amanhã iremos para esta ou aquela cidade, passaremos um ano ali, faremos negócios e ganharemos dinheiro”.
Vocês nem sabem o que lhes acontecerá amanhã! Que é a sua vida? Vocês são como a neblina que aparece por um pouco de tempo e depois se dissipa.
Ao invés disso, deveriam dizer: “Se o Senhor quiser, viveremos e faremos isto ou aquilo”.
Agora, porém, vocês se vangloriam das suas pretensões. Toda vanglória como essa é maligna.
Pensem nisto, pois: Quem sabe que deve fazer o bem e não o faz, comete pecado.
Tiago 4:1-17